Profundez

sábado, 15 de junho de 2019

BookTag: #AindaPrecisoLer
19:53:000 Comentários

Oi migos! Tudo bem com vocês? Espero que sim ❤️.
Hoje vou responder uma tag que eu vi lá no ig da Tami do @volteidalivraria.

#AindaPrecisoLer

📕Tenho há muito tempo:
» Beijada por um Anjo. Mas em minha defesa, eu comprei o livro 6 sem ter os outros haha.

📕Uma amiga me recomendou:
» Mindhunter. A Lu do @cavernadigital simplesmente ama esse livro, mas eu simplesmente nunca consigo prosseguir na leitura.

📕Comprei recentemente:
» Brutal. Comprei só pq tava muito barato, mas depois vi uma resenha no YouTube e parece ser um ótimo thriller.

📕Clássico indispensável:
» Drácula. Quero ler esse livro a muuuuito tempo, mas nunca parece ser o momento certo, aff.

📕Nem comprei mas quero:
» A Dança da Morte. Tô querendo esse livro já faz anos luz, ele literalmente tá no topo da minha lista de livros desejados.

📕Comecei e desisti:
» Esposa Perfeita. Essa é a leitura coletiva desse mês do @3oclockreadingclub, mas simplesmente não estava fluindo pra mim.

📕Uma continuação:
» Biblioteca de Almas. Espero conseguir ler ainda esse ano.

📕Amo o filme mas ainda não li o livro:
» Harry Potter. Parei no 3° livro e nada de continuar. Mas agora eu realmente estou sem tempo, ou seja, fica pra depois.

📕Todo mundo fala sobre:
» Trono de Vidro. Já li o primeiro mas tô esperando o @inbadlands_ e a @paola.vivan para lermos os outros (sim, podem mandar eles agilizarem a leitura do primeiro, pfvr).

📕Não faz meu estilo mas tenho interesse:
» Novembro 9. Não sei pq mas tem algo bom esse livro haha. Sempre fico de olho nele.

____________
Por hoje é só! Mas, me contem aqui nos comentários: Qual é o livro que vocês tem a muito tempo e ainda não conseguiram ler!?
Postado à:

terça-feira, 11 de junho de 2019

Resenha: Uma Mulher no Escuro - Raphael Montes
20:27:000 Comentários

Título: Uma Mulher no Escuro
Autor: Raphael Montes
Editora: @companhiadasletras
Número de páginas: 254
Minha classificação: 4,5★’s

» Sobre a edição:
  

Sou suspeita a falar sobre esta edição pois adoro livros em tamanho físico menor, como este. Acredito que eles sejam mais confortáveis do que aqueles de tamanho tradicional. Mas quanto à capa, fonte e afins... simplesmente amei tudo. A fonte é de um tamanho super okay e parece seguir o padrão dos livros do Raphael. A capa parece ter sido uma mistura de A Incendiária com Metade Sombria, amei haha.

» Sobre a história:

Com 4 anos de idade, Victoria Bravo viu toda sua família ser brutalmente assassinada. O assassino era um adolescente que estudava na escola dos pais de Victoria, mas apesar de ter confessado o crime, nunca revelou o que o motivou a cometer tal crime.
Mas agora, 20 anos depois, Victoria se vê sendo ameaçada justamente pelo suposto assassino de seus pais. Ele estaria em busca de que? Por que a poupou quando criança, para depois ameaçá-la anos depois?


  

» Sobre os personagens:

Me identifiquei com a personagem principal daquele jeito incrível que nos permite entender o que ela realmente esta passando e às vezes até mesmo o que ela esta sentindo. Por isso, acredito que grande parte dos personagens deste livro nos transmitem uma carga emocional absurda. À primeira vista são pessoas normais, mas que na verdade escondem segredos, historias e traumas absurdos.

» O que eu achei:

Simplesmente devorei esse livro!
Fazia muito tempo que eu não ficava tão presa em uma leitura a ponto de não conseguir largar o livro.

Meus miolos praticamente fritaram enquanto eu criava um milhão de teorias para tentar descobrir quem era o assassino e suas motivações. No final, posso dizer que apenas uns 30% delas estavam certas haha.

Acredito que assim como os outros livros do autor, Uma Mulher no Escuro é perturbador em vários aspectos. Principalmente quando você fecha o livro e se dá conta de tudo que acabou de ler. Quando percebe o quanto as pessoas podem ser "podres" e que podemos estar confiando nas pessoas erradas. Pra mim, a grande mensagem desse livro é: Não confie cegamente em tudo que te dizem, pois o seu pior inimigo pode estar do seu lado.

A escrita do Raphael é mega fluída e o jeito como ele dispõe os elementos ao longo das páginas, me dá a sensação de levar inúmeras "tijoladas" haha. Quando achamos que é impossível acontecer mais alguma reviravolta ou que se houver, o autor vai simplesmente estragar tudo, ele apenas vira a história inteira de cabeça pra baixo e nos mostra que seus livros sempre podem ficar mais interessantes.

O final foi o único motivo pelo qual não dei 5★’s. No geral, gostei muito de como a história foi concluída, mas acho que poderia ter sido um pouquinho menos corrido. Mas, isso é apenas um gosto pessoal.

❔| Você já leu Uma Mulher no Escuro ou algum outro livro do Raphael? Me conta aqui nos comentários.



Postado à:

segunda-feira, 10 de junho de 2019

BookTag: Programas de TV
19:47:000 Comentários

Oi migos, turopom com vocês?
Hoje vim responder uma tag que eu vi lá no ig da maravilhosa @juke.book❤️

📺| Oh loco meu - Aquele livro incrível que deixou você louco para saber o final:

» Jogo Perigoso do Mestre Stephen King. Sabe quando você tem absoluta certeza de que não vai mais conseguir viver se não descobrir o final daquele livro? Então haha. ⠀

📺| Sessão da tarde - Aquele livro que você leu e não achou tão bom, mas também não foi ruim:

» Um Tom Mais Escuro de Magia. Esperava bem mais desse livro, mas também não foi uma mega decepção.

📺| A Tarde é sua - Aquele livro que ouviu todo mundo falar, mas que te surpreendeu de alguma maneira:

» A Rainha Vermelha, meu clichêzão todinho haha.

📺| Fantástico - Aquele seu livro favorito, que conquistou seu coração:

» Pode entrar A Mulher na Janela, esse troféu é todo seu!

📺| Brasileirão - Aquele livro de autor (a) nacional que fez um golaço na sua vida:

» Atualmente, tô surtada pelo novo livro do @raphael_montes, Uma Mulher no Escuro. Já conclui a leitura mas continuo presa na história haha.

📺| Retrospectiva - Aquele livro que você gostou tanto que quer ler outra vez:
» ACOTAR, mas é óbvio. Já reli o primeiro e o segundo livro, mas preciso de mais horas diárias pra conseguir reler todos de novo haha.

📺| Amor e Sexo - Aquele livro em que o casal te fez se apaixonar por eles:
» ACOTAR de novo, por motivos de... Ninguém toca na minha Feyre e no meu Rhys ❤️.

______
Por hoje é só! Espero que tenham gostado das minhas respostas e... Desafio vocês a escolherem uma dessas perguntas pra responder aqui nos comentários. Bora?!
Postado à:

quinta-feira, 6 de junho de 2019

Resenha: A Paciente Silenciosa - Alex Michaelides
21:14:000 Comentários

Título: A Paciente Silenciosa
Autora: Alex Michaelides
Editora: @grupoeditorialrecord
Número de páginas: 349
Minha classificação: 3 ★’s


▶ Sobre a história:

Alicia Berenson era uma famosa pintora antes de ser internada em um hospital psiquiátrico após ter matado seu marido. Na cena do crime, só foram encontradas suas digitais e como ela não pronuncia uma palavra se quer desde então, foi impossível provar sua inocência.
Porém, Theo assume a vaga de psicoterapeuta no Grove com o único objetivo de ajudá-la, fazer com que ela volte a falar e retome sua vida. Mas, aparentemente, há muitas pessoas que prezam pelo silêncio de Alicia.


▶ Sobre os personagens:


Praticamente só temos Theo e Alicia, enquanto os outros personagens simplesmente foram encaixados na história para cobrir buracos. O que eu, particularmente, acredito que acabou por gerar ainda mais buracos, pois parece que eles só existem na presença de Theo e/ou Alicia e que só fazem coisas que envolvam Theo e/ou Alicia. Nenhum deles foi desenvolvido, não sabemos praticamente nada sobre eles e até as descrições físicas são rasas.
Os personagens principais parecem ter recebido um pouco mais de atenção, mas ainda assim são confusos, mudam da água para o vinho sem nenhum motivo plausível e sinceramente, me recuso acreditar que a vida de um ser humano se restringe a tão poucos detalhes e acontecimentos.

▶ O que eu achei:

Cadê o thriller digno de Hollywood que vocês me prometeram? haha.
Tenho a sensação de que li um livro totalmente diferente do que todo mundo tem favoritado e defendido com unhas e dentes. As minhas primeiras impressões caíram por terra e só restou decepção.

A sinopse já não tinha me chamado muita atenção, mas como sabemos isso não quer dizer tanta coisa assim. Você pode amar a premissa mas odiar o livro e vice-versa. Então iniciei a leitura e travei na metade do livro, pois estava achando que talvez não fosse o momento certo para ler. Okay, dei um tempo e iniciei o livro mais uma vez, do zero. 

O que posso dizer? A linha do tempo é simplesmente confusa e não faz o menor sentido. Há uma quantidade absurda de buracos e pontas soltas. Pra mim, é como se o autor iniciasse algo, mas lá pela metade desistisse de concluir aquilo e nem se desse ao trabalho de retirar isto de sua história ou pensar em algo melhor.

90% dessa leitura foi puro tédio e os outros 10% são resumidos em quotes que de alguma forma funcionam muito bem e salvam um pouquinho do livro. 

Confesso que não esperava o plot twist exatamente da forma como foi, mas ainda assim não foi muito surpreendente. No geral, parece uma história normal que poderia muito bem ser resumida em menos de 100 páginas, mas que foi forçada a manter um ritmo morno até atingir suas 300 e poucas páginas.

Enfim, A Paciente Silenciosa é uma das minhas grandes decepções deste ano. Mas, acredito que desta vez não caiba aqui o "foi expectativa demais" ou "li no momento errado". Não gosto de falar coisas assim em resenhas, mas.... Pra mim, esse livro é apenas o "mais do mesmo" vendido como "extraordinário". 


🎨| Você já leu este livro ou quer muito ler? Também faz parte do team que achou ele nada demais? Me conta aqui nos comentários.



Postado à:

quarta-feira, 5 de junho de 2019

Minha TBR de Junho
19:39:000 Comentários

Oi migos!

Raramente monto uma tbr mensal, pois sempre acabo flopando por colocar muitos livros ou por trocar os livros da tbr e sair lendo outras coisas. Mas, tem meses que me dá a louca e sinto vontade de escolher minhas leituras do mês. Eis que Junho já chegou com cara de flop e então, decidi vir mostrar pra vocês quais são os livros que eu quero muito ler este mês.

● No Kindle:

🐈#Coraline do Neil Gaiman.
Tá aí um que não vai ser flop! Já iniciei a leitura desse livro e surpreendente estou em uns 70%, ou seja, até amanhã já termino ele e garanto a primeira leitura do mês haha.

👰🏻#EsposaPerfeita da Karin Slaughter. 
Esse é o livro da leitura coletiva do @3oclockreadingclub deste mês. Aliás, aproveitando o gancho... Ainda dá tempo de participar. Corre lá no ig do clube pra saber mais 🖤⠀

● Livros físicos:

🧚🏻‍♀️| #ContosDeFadasEmSuasVersõesOriginais publicado impecavelmente pela minha crush @editorawish
Esse eu estou quase terminando, se não me engano, faltam apenas 4 contos. Ou seja, em breve teremos resenha por aqui.

⚰️| #OCemitério do Mestre Stephen King.
Já era pra eu ter lido esse livro na LC com a @editorasuma? Sim, mas como o meu exemplar chegou atrasado, pretendo devorar ele esse mês.

👶🏻| #ACriançaDoFogo do S K Tremayne
Já vi muita gente dizendo que esse livro é um thriller bem fraquinho, então, estou reservando pra ele o título de leitura morna do mês haha.

🌑| #Artemis do Andy Weir 
Bom, aqui que mora o perigo! Criei tantas expectativas pra esse que sinceramente, espero que realmente seja uma leitura incrível haha.

Enfim, essa é a minha Tbr de Junho! Mas é você, já sabe quais livros vai ler este mês? Vai ler algum desses que eu citei no post? Me conta aqui nos comentários.
Postado à:

segunda-feira, 27 de maio de 2019

O problema dos Romances Hot
21:47:001 Comentários

Oi migos!

Recentemente eu tentei ler Mister O e a minha famigerada decepção com a maioria dos Romances Hots veio à tona. Mas antes que talvez alguém fique muito revoltado comigo... Este post contém apenas a minha opinião, tudo bem discordar. Algumas pessoas podem ter amado Mister O, mas eu não consegui nem chegar na página 100, pois era muito machismo e hipocrisia pra mim.

Bom, o post de hoje pode até parecer uma especie de desabafo, mas também é justamente sobre isso: Por que continuar seguindo esta fórmula pronta para livros deste estilo?

As capas:
Por que as capas precisam ser tão apelativas? Juro que não consigo entender, pois as teorias que algumas pessoas já me falaram simplesmente não fazem muito sentido pra mim.
Misturar silhuetas com alguns outros elementos e tons quentes, me parece uma ótima escolha mas não, a maioria dos livros deste gênero simplesmente coloca um homem ou uma mulher seminus em um fundo qualquer e, por cima, uma fonte agradável.
Livros contam histórias, ou seja, há elementos ali naquelas páginas que podem servir de inspiração na hora de elaborar a capa.
Me desculpem pelo tom ácido, mas se for pra ver uma foto de uma pessoa praticamente nua, basta dar um Google.

As personagens femininas:
Por que as mulheres precisam ser desastradas? Ingênuas? Indefesas? Estar desesperadamente em busca de um homem ou de dinheiro? Ser considerada absurdamente sexy, mas dentro dos padrões? Sinceramente, chega!
Estamos em 2019 e as mulheres ainda são retratadas como inferiores em livros deste gênero. Qual é a dificuldade de criar uma personagem feminina que seja forte e independente? Ou então, simplesmente criar uma personagem que tenha características únicas, sonhos, objetivos, família, problemas, amigos, etc. Na maioria esmagadora das vezes, parece que a única função da mulher na história é ser uma espécie romantizada de objeto sexual para o homem.

Os personagens masculinos:
Não aguento mais CEO's, estrelas do cinema/música, ou até mesmo um Mister O da vida. Enquanto as personagens femininas se restringem a ser apenas garotas bobinhas, desastradas e indefesas, os personagens masculinos, com seus 20 e poucos anos, já alcançaram o sucesso em praticamente todos os aspectos de suas vidas! Eles sim tem problemas, ou impulsos agressivos que a mulher é obrigada suportar na esperança de que ele, misteriosamente, mude da água pro vinho sem fazer nenhum esforço. Sem falar que eles podem ser criativos, ter família, amigos, ou até mesmo colocar um ponto final na relação e sumir no mapa.

Enfim, agora vocês devem estar achando que eu simplesmente odeio este gênero, né? haha. Muito pelo contrário, tenho minhas ressalvas quanto a maioria dos livros que já li, mas também há alguns que tem pontos positivos espetaculares. Por incrível que pareça, costumo ler muitos contos nesse estilo e esse gênero quase sempre é o responsável por me tirar das piores ressacas literárias.

Um livro neste estilo que eu recomendo:
Marca da Escuridão - Sylvia Day. Okay, ele não é o melhor livro do universo, mas a personagem feminina é incrível. Eva tem opinião própria, já alcançou o sucesso na sua vida financeira, é mega esperta e vualá! Enquanto todos os homens ficam andando em círculos pra descobrir uma pequena informação, ela vai lá e descobre mil coisas de uma só vez.

Agora, eu desafio você a me recomendar um Romance Hot aqui nos comentários e claro, me contar o que você pensa sobre isso tudo.
Postado à:

sábado, 25 de maio de 2019

Resenha: Até o Fim - Harlan Coben
21:22:000 Comentários

Título: Até o Fim
Autora: Harlan Coben
Editora: @editoraarqueiro
Número de páginas: 269
Minha classificação: 4,5 ★’s


▶ Sobre a história:
Após o último ano do colegial, o agora detetive Nap Dumas teve duas perdas irreparáveis: Seu irmão e sua cunhada foram encontrados mortos nos trilhos da ferrovia, enquanto o amor de sua vida simplesmente desapareceu.
Quinze anos se passaram e Nap continua em busca de respostas para tais mistérios, mas sem encontrar nenhuma pista relevante.
Bom, isso até as digitais de sua ex-namorada serem encontradas no carro de um suposto
assassino.


▶ Sobre os personagens:
No geral, acho que os personagens não são tão bem desenvolvidos assim, mas ao mesmo tempo não é algo que me deixe muito incomodada. Fiquei satisfeita com as informações sobre eles que o autor me deu e consegui visualizá-los de uma forma bem clara. Tanto que me vi apegada em vários, sofrendo por outros e até mesmo shippando um casal e declarando ranço eterno por alguns.

▶ O que eu achei:
Estou aqui simplesmente para declarar meu amor pela escrita do Harlan Coben e dizer que ele me conquistou logo nas primeiras quatro páginas.

Sim, isso é possível! Pois em quatro páginas ele já conseguiu me jogar de cabeça na história e do nada... Puf! Surgiu uma espécie de plot twist que me deixou apenas de queixo caído e bom, desde então a história entrou em um ritmo impecável.

O que colabora muito pra isso e pra leitura mega fluida, claro, é a escrita maravilhosa do autor e capítulos bem curtinhos. Ou seja, é impossível não ler praticamente meio livro de cada vez.

Mas, falando da história de modo geral: Fiquei curiosa do início ao fim e por mais que tenha quebrado a cabeça tentando criar teorias, foi impossível descobrir qual exatamente era o mistério principal. Sem falar que vários acontecimentos me deixaram sem acreditar no que realmente estava lendo... Sim, fiquei alguns dias analisando psicologicamente alguns dos personagens haha.

Também fiquei com a sensação de que o Harlan quer contar uma história, mas não quer escrever 1.000 páginas. Então, ele usa os elementos da forma mais clara possível, sem perder tempo ou se demorar muito em descrições e afins.

O único ponto negativo e que me fez não dar 5★, foi o fato de uma ponta ter ficado muito solta. Algo simplesmente não encaixa na história quando chegamos ao final do livro, não faz sentido de modo algum.

Enfim, este foi o meu primeiro contato com alguma obra do Harlan e o que posso dizer? Misteriosamente, amei e estou preparadíssima para devorar todos os livros dele haha.


❔|Pergunta: Você já leu algo do Harlan Coben? Me conta aqui nos comentários.
Postado à:

terça-feira, 21 de maio de 2019

BookTag: #DeRepente30tag
01:36:000 Comentários

Olá migos!

Hoje eu vou responder a tag #DeRepente30tag que eu vi lá no ig da @booksatnoon. Assim como ela eu amo o filme De Repente 30, então óbvio que não podia deixar de responder essa tag que foi inspirada nele haha.

💄 30 A IDADE DO SUCESSO - Um autor experiente que é só sucesso na sua estante:
» Stephen King, um rei desses né bicho?!

💄 AS SEIS GATINHAS - Uma personagem popular e esnobe:
» Todas aquelas meninas insuportáveis de Escola dos Mortos, credo. Até me recusei decorar os nomes hahah.

💄 AMIGOS DE INFÂNCIA - Um casal que se formou a partir de uma amizade
» Como minha memória é ruim, também não lembro os nomes hahah. Mas é o casal que se forma no fim de O Teorema Katherine.

💄 PÓ MÁGICO DOS DESEJOS - Um livro da sua lista de desejos:
» Pequenas Realidades, da Tabitha King publicado pela dona @darksidebooks 

💄 CASA DOS SONHOS - Um livro tão lindo, que você gostaria de habitar nele:
» Contos de Fadas em suas Versões Originais publicado pela minha crush suprema, @editorawish.

💄 DE REPENTE 30 - Personagem criança que cresce no decorrer da história:
» Harry Potter, o menino bruxo que devia ser Sonserina... Na minha humilde opinião, é claro.

💄 O AMOR, É UM CAMPO DE BATALHA - Um casal que briga, mas se ama:
» Como assim eu lei tão poucos romances que não consigo pensar em nenhum? Pfvr me ajudem nos comentários haha.

💄 THRILLER NA BALADA - A trilha sonora perfeita pra sua leitura atual:
» Minhas leituras atuais são bem tensas, então acho que não conheço nenhuma música que combinasse muuuuito com isso. Mas, tô viciada em Satellite da minha Two Door Cinema Club, ou seja, é praticamente a trilha sonora das minhas leituras haha.
Postado à:

terça-feira, 7 de maio de 2019

Resenha: Vox - Christina Dalcher
15:33:000 Comentários
some text

Título: Vox
Autora: Christina Dalcher
Editora: @editoraarqueiro 
Número de páginas: 320
Minha classificação: 5★’s


» Sobre a edição:
  

Simplesmente amo essa capa e a mensagem direta que ela nos passa: Estão tentando nos (mulheres) silenciar, desde sempre.

Porém, na prática eu posso dizer que capas brancas não fazem o meu estilo pelo simples fato de estarem sempre sujas, por mais que você cuide. Ah, é claro... A fonte é maravilhosa e as páginas são amareladas.

» Sobre a história:
Imagine uma nova sociedade em que mulheres podem falar apenas 100 palavras por dia. Onde - nas escolas - meninas não aprendem mais a ler e escrever, mas sim a cuidar de casas, de seus maridos e filhos.
Um mundo completamente controlado por homens, estes que acham que o melhor a se fazer é nos silenciar. Porém eles esqueceram que, apesar de todas as milhares de tentativas, nunca foi possível nos calar...⠀

» Sobre os personagens:
Jean e todas as mulheres do universo, contem comigo pra tudo!

Me idenfiquei com todas as mulheres deste livro, pois partilhamos dos mesmos sentimentos e infelizmente, já passamos por situações parecidas. Então, me colocar no lugar de cada uma delas foi praticamente automático.
Mas, quanto aos personagens no geral, posso dizer que os achei super bem construídos e desenvolvidos. Por mais alienados e cruéis que alguns possam ser, ainda conseguimos ver que são humanos como cada um de nós.

» O que eu achei:
Antes de mais nada: Que livro intenso! Quase explodi de tanto ranço e quase desidratei chorando, tanto de tristeza quanto de raiva.

Vox é como um soco no estômago. Porém, por mais perturbador que seja, é aquele tipo de leitura que deveria ser obrigatória. Não apenas por mostrar uma grande parte do que é ser mulher em uma sociedade extremamente machista; o que é ser LGBTQIA em uma sociedade extremamente homofóbica; o que é ser negro em uma sociedade extremamente racista; mas também por servir de alerta. Por nos mostrar que o que julgamos como impossível, pode estar mais perto de acontecer do que conseguimos imaginar. Ou seja, precisamos estar alertas e lutar, como sempre fizemos.


Vox deixa claro que lutar não é uma escolha, é uma necessidade. Que a nossa força está na nossa união.

Acho que posso dizer que me vi tão imersa na história a ponto de sentir, digamos que 5%, do que seria ser privada de falar, ler e escrever. Em alguns momentos, simplesmente precisei parar a leitura e gravar áudios enormes para os meus amigos. Tanto por precisar dividir com alguém tudo o que havia lido, quanto pra me relembrar de que as minhas palavras pertencem à mim.

Quanto a escrita da autora: ela é simplesmente maravilhosa, o que claramente me fez encher o livro de marcações haha. Os capítulos são bem curtinhos, então isso fez com que a leitura fosse ainda mais fluida.


Mas okay, não posso negar que há algumas pontas soltas e coisas que não fazem tanto sentido assim. Porém, acredito que seria impossível desenvolver todos os pontos dessa história de modo satisfatório em apenas um livro.
Aliás, dizem que teremos um próximo livro... Ou seja, creio que a autora fez um trabalho excelente neste primeiro.


❔| Você já leu Vox ou este livro está na tua lista de desejos? Me conta aqui nos comentários.




Postado à:

sexta-feira, 3 de maio de 2019

Primeiras impressões: Até o Fim - Harlan Coben
15:42:000 Comentários

Olá migos!
Finalmente estou lendo um dos milhares de livros do Harlan Coben, então, é lógico que
precisava fazer este post de primeiras impressões, pra contar pra vocês o que estou achando da escrita do autor e claro, do livro em si. Vamos lá?

» Sobre a edição:

       

Infelizmente não é uma das minhas edições favoritas da vida, mas também não tenho nenhum ponto negativo para citar haha. A capa é mega chamativa, faz muito sentido com a história e a diagramação é naquele estilo “básico porém ótimo”. Ou seja, o tamanho da fonte é perfeito, não há ilustrações nem pequenos detalhes pra roubar a tua atenção e claro, as páginas são amareladas.

» Sobre os primeiros capítulos:
Por que eu não ouvi vocês antes? haha. Como devoradora de thrillers, sempre recebi indicações de livros do Harlan Coben, mas nunca tinha de fato li um deles. Mas, eis que este ano me tornei parceira da Editora Arqueiro e um dos lançamentos do mês de Março era nada mais, nada mesmo do que Até O Fim. Então é claro que essa foi a oportunidade perfeita para finalmente mudar isso. Sem mais delongas…

Estou simplesmente amando esse livro!
O prólogo, logo de cara, já me fez prender a respiração durante vários parágrafos e ficar
simplesmente chocada com um plot twist. Como assim Harlan Coben consegue fazer isso com a gente em apenas 4 páginas?!

Aliás, as páginas parecem literalmente voar durante a leitura. Tanto que pra mim é impossível ler apenas um ou dois capítulos de uma vez, pois sempre que pego o livro acabo passando de 50 páginas lidas sem nem perceber. Acho que posso dizer que o motivo disso é o fato de a escrita do autor ser a mais fluida que eu conheci até hoje.

Outra coisa que me chamou atenção é que com poucos capítulos, já consegui ter uma boa visão geral sobre a história. Sem falar que as pinceladas sobre o passado, nos fornecem ótimas descrições sobre os personagens e óbvio, fazem com que nosso cérebro fique a mil criando teorias.

Enfim, o meu único medo é acabar favoritando este livro e ir à falência por querer ler/ter todos os livros que o Coben já publicou. Como se já não bastasse a minha loucura pelas obras do Mestre SK né? hahaha.




Postado à:

Profundez no Instagram: