Profundez: #SylviaDay
Mostrando postagens com marcador #SylviaDay. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador #SylviaDay. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 27 de maio de 2019

O problema dos Romances Hot
21:47:001 Comentários

Oi migos!

Recentemente eu tentei ler Mister O e a minha famigerada decepção com a maioria dos Romances Hots veio à tona. Mas antes que talvez alguém fique muito revoltado comigo... Este post contém apenas a minha opinião, tudo bem discordar. Algumas pessoas podem ter amado Mister O, mas eu não consegui nem chegar na página 100, pois era muito machismo e hipocrisia pra mim.

Bom, o post de hoje pode até parecer uma especie de desabafo, mas também é justamente sobre isso: Por que continuar seguindo esta fórmula pronta para livros deste estilo?

As capas:
Por que as capas precisam ser tão apelativas? Juro que não consigo entender, pois as teorias que algumas pessoas já me falaram simplesmente não fazem muito sentido pra mim.
Misturar silhuetas com alguns outros elementos e tons quentes, me parece uma ótima escolha mas não, a maioria dos livros deste gênero simplesmente coloca um homem ou uma mulher seminus em um fundo qualquer e, por cima, uma fonte agradável.
Livros contam histórias, ou seja, há elementos ali naquelas páginas que podem servir de inspiração na hora de elaborar a capa.
Me desculpem pelo tom ácido, mas se for pra ver uma foto de uma pessoa praticamente nua, basta dar um Google.

As personagens femininas:
Por que as mulheres precisam ser desastradas? Ingênuas? Indefesas? Estar desesperadamente em busca de um homem ou de dinheiro? Ser considerada absurdamente sexy, mas dentro dos padrões? Sinceramente, chega!
Estamos em 2019 e as mulheres ainda são retratadas como inferiores em livros deste gênero. Qual é a dificuldade de criar uma personagem feminina que seja forte e independente? Ou então, simplesmente criar uma personagem que tenha características únicas, sonhos, objetivos, família, problemas, amigos, etc. Na maioria esmagadora das vezes, parece que a única função da mulher na história é ser uma espécie romantizada de objeto sexual para o homem.

Os personagens masculinos:
Não aguento mais CEO's, estrelas do cinema/música, ou até mesmo um Mister O da vida. Enquanto as personagens femininas se restringem a ser apenas garotas bobinhas, desastradas e indefesas, os personagens masculinos, com seus 20 e poucos anos, já alcançaram o sucesso em praticamente todos os aspectos de suas vidas! Eles sim tem problemas, ou impulsos agressivos que a mulher é obrigada suportar na esperança de que ele, misteriosamente, mude da água pro vinho sem fazer nenhum esforço. Sem falar que eles podem ser criativos, ter família, amigos, ou até mesmo colocar um ponto final na relação e sumir no mapa.

Enfim, agora vocês devem estar achando que eu simplesmente odeio este gênero, né? haha. Muito pelo contrário, tenho minhas ressalvas quanto a maioria dos livros que já li, mas também há alguns que tem pontos positivos espetaculares. Por incrível que pareça, costumo ler muitos contos nesse estilo e esse gênero quase sempre é o responsável por me tirar das piores ressacas literárias.

Um livro neste estilo que eu recomendo:
Marca da Escuridão - Sylvia Day. Okay, ele não é o melhor livro do universo, mas a personagem feminina é incrível. Eva tem opinião própria, já alcançou o sucesso na sua vida financeira, é mega esperta e vualá! Enquanto todos os homens ficam andando em círculos pra descobrir uma pequena informação, ela vai lá e descobre mil coisas de uma só vez.

Agora, eu desafio você a me recomendar um Romance Hot aqui nos comentários e claro, me contar o que você pensa sobre isso tudo.
Postado à:

sábado, 10 de março de 2018

Resenha: Marca da Escuridão - Sylvia Day
01:41:000 Comentários

Título: Marca da Escuridão
Autor: Sylvia Day 
Ano: 2015
Editora: Faro Editorial
Número de páginas: 278
Minha classificação: 4, 5★’s

▶Sobre a edição:
A capa é impecável, a fonte é perfeita, todas as artes combinam com a história além de serem lindas. Ou seja, é daquelas que você se apaixona por cada detalhe.

▶Sobre os personagens:
Evangeline é uma mulher incrível que trabalhou muito pra ter todas as coisas que desejava, que não deixa ninguém dizer que ela não pode fazer tal coisa ou que não é boa o suficiente. Também não é daquele tipo de personagem indeciso e que se deixa manipular. E algo que eu achei extraordinário é o fato de que ela tem descendência asiática e o livro traz várias referências sobre isso. Ou seja, tchau tchau padrões literários 🖤
Alec e Reed são nada mais e nada menos do que Caim e Abel. E o mais importante, os dois tem emoções um tanto quanto fortes, estranhas e inexplicáveis por Eva.

▶Sobre a história:
Após uma noite de amor com um homem misterioso, Eva recebeu a Marca de Caim e foi designada a caçar demônios para pagar o seu pecado.

Porém, engana-se quem acha que são apenas demônios clichês de sempre. Neste livro há vários seres diferentes - alguns de origem bíblica e outros até mitológicos - e uma brecha que nós faz pensar que podem existir milhares de outros.

A Marca da Escuridão é um romance hot com uma pitada de mistério e ação. Alguns também podem dizer que existe um daqueles famigerados triângulos amorosos. No entanto, não é bem isso, pois Aleec de fato ama Evangeline e isto é super recíproco da parte dela. Já o Reed, fica claro que o que ele sente por ela é só uma atração sexual, mas que também é recíproco da parte dela. Resumindo: É quase impossível você conseguir decidir pra qual vai torcer.

Mas, apesar de existir uma tensão sexual absurda, o diferencial desse livro é que são poucas as cenas de sexo. Então, realmente existem mais momentos tensos que contam como é o novo "trabalho" de Eva caçando demônios. Mesmo assim a autora criou "soluções" pra determinadas coisas que ajudou e muito a construir um clima mais hot.


Apesar de eu ter um pezinho atrás com a Sylvia Day, resolvi dar uma chance pra esse livro e bom, praticamente devorei ele em pouquíssimos dias e na época ele foi o responsável por me tirar de uma ressaca literária terrível. A escrita é muito fluida e instigante e maioria dos capítulos são bem curtinhos. Só não dei 5★’s pra esse livro, por que algumas informações importantíssimas ficaram um pouco confusas ao decorrer da história.

❓| Pergunta: Você já leu algum livro da Sylvia Day? Me conta aqui nos comentários ^^
Postado à:

domingo, 4 de março de 2018

Sinopse: Marca da Escuridão - Sylvia Day
01:44:000 Comentários

Olá humanxs!

Hoje nós precisamos enaltecer essa série maravilhosa! Sim, eu tenho "probleminhas" com a Sylvia Day. Acho que muitos dos livros dela são praticamente iguais a outros que já existem e sempre fico indignada com o número de páginas. Porém, só pra contrariar um pouco, Marca da Escuridão é uma das minhas séries mais queridinhas e em breve terá resenha aqui no ig. Mas aproveitando pra responder algo que vocês sempre me perguntam... Eu tecnicamente leio romances sim. No entanto, eles precisam ter algo a mais que me prenda, tipo mistério, fantasia ou uma pitada hot. Se for um romance clichê, meio água com açúcar... Eu já passo longe haha.

Confira a sinopse de Marca da Escuridão:
Amaldiçoada por Deus, caçada por demônios, desejada por Caim e Abel…
Tudo isso em um dia normal de trabalho…⠀

Anos atrás, Evangeline teve uma incrível noite de amor com um homem misterioso que ela nunca mais conseguiria esquecer. Mas aquele momento de prazer tornou-se um desastre de proporções bíblicas: ela recebera a Marca de Caim.⠀

Empurrada para um mundo em que pecadores são marcados e transformados em assassinos de demônios, ela tem agora Caim como protetor e Abel como seu novo chefe, que também fica loucamente atraído por ela.⠀

Eva torna-se então o novo e explosivo ponto de discórdia, no caso mais antigo de rivalidade entre irmãos.
Postado à:

Profundez no Instagram: