Profundez: #CompanhiaDasLetras
Mostrando postagens com marcador #CompanhiaDasLetras. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador #CompanhiaDasLetras. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 17 de novembro de 2021

RESENHA: O Homem da Forca - Shirley Jackson
00:19:000 Comentários

 


《 #ResenhasDaHobb 》


Título: O Homem da Forca
Autores: Shirley Jackson
Editora: Alfaguara
Número de páginas: 224
Minha classificação: 4 ★’s

_________________

▶ Sobre a história:

Natalie Waite, filha de um importante escritor, só pensa em sair da casa dos pais para enfim alçar voos na faculdade. Porém, após alguns meses no campus ela percebe que as coisas são muito diferentes do que pensava e que a tão sonhada felicidade, não pode ser alcançada.
Em determinado ponto, as certezas de Natalie desaparecem e à vemos transitando entre a realidade e uma sombria alucinação.

_________________

▶ O que eu achei:

O Homem da Forca é um dos livros mais pessoais que já li. Digo isso baseado no ponto de que, Shirley Jackson parece ter levado ao pé da letra o fato de que cada leitor cria uma percepção diferente sobre uma mesma história.


Para mim, Natalie é uma garota que passou por um enorme trauma e que encontrou refúgio em sua mente fantasiosa. Porém, para você ela pode ser outra pessoa totalmente diferente.

O que Shirley faz, é nos jogar dentro da cabeça da protagonista. Tanto que, em determinados momentos os parágrafos não fazem sentido nenhum e parecem não se conectar com o restante da história. Para mim, a autora quis que o leitor participasse assiduamente da trama. Nós é que escolhemos o rumo da história, o que é realidade e o que é fantasia.

A linguagem foi extremamente difícil e o ritmo de leitura igualmente. Porém, conclui o livro com a sensação de que fui surpreendida pela autora mais uma vez. Pois, a cada frase, ela exigiu que eu me desprendesse da realidade um pouco mais.

No geral, foi uma leitura incrível apesar de complexa. Me deixou com a sensação de que Shirley Jackson era genial demais para a sua época e até mesmo para a atualidade. É como se ela estivesse anos luz à frente de nós.

Com certeza é um dos livros que quero manter na minha estante e que pretendo reler no futuro, para assim incluir novas percepções em minhas anotações e assim, comparar duas fases minhas completamente diferentes.

"... se estava sonhando seu quarto e suas palavras, poderia muito bem estar sonhando seu mundo."


Postado à:

terça-feira, 2 de julho de 2019

Resenha: O Cemitério - Stephen King
01:29:000 Comentários

Título: O Cemitério
Autor: Stephen King
Editora: Suma de Letras
Número de páginas: 424
Minha classificação: 4,9★’s

» Sobre a edição:
Preciso dizer, logo de cara, que fiquei extremamente feliz pela Suma ter feito apenas uma jacket com a capa do filme e não alterado a capa original, que na minha humilde opinião é mil vezes mais bonita. No geral, o livro é exatamente do jeitinho que os outros livros do King são: fonte perfeita, folhas amareladas e diagramação bem básica.



» Sobre a história:

Após Louis Creed ter conseguido um bom cargo na Universidade do Maine, ele e sua família se mudam para uma pequena cidade no Maine, com a promessa de uma vida tranquila e segura.
Logo no primeiro dia na casa nova, os Creed's conhecem um de seus novos vizinhos, Jud Crandall, este que se oferece para guiá-los numa misteriosa trilha até um cemitério de animais. A princípio o então "Semitério dos Bichos" parece inofensivo e apenas um lugar onde gerações de crianças da região enterram seus animais de estimação.
Porém, quando o gato de sua filha morre atropelado e depois de ter ouvido uma série e histórias supersticiosas de seu vizinho, Louis e Jud enterram o gato e ele misteriosamente volta à vida.
Mas... É realmente possível que o gato de fato tenha morrido e retornado do mundo dos mortos? Quais mistérios o cemitério esconde?


» Sobre os personagens:

Não é novidade pra ninguém que eu simplesmente amo a forma como o King nos apresenta seus personagens e principalmente, a forma extraordinária como ele consegue desenvolver cada um deles. Em O Cemitério não foi diferente. SK me surpreendeu mais uma vez e me proporcionou observar a vida de diversas pessoas como se eu fosse um ser invisível que passa o tempo todo ao lado de cada um deles. Então, é claro que me apeguei a vários personagens, senti uma raiva indescritível de outros e claro, suspeitei muito de um em especial. 



» O que eu achei:

Stephen King me fez amá-lo e odiá-lo neste livro. Ir das lágrimas ao riso mais profundo de puro desespero e é óbvio, não conseguir dormir por simplesmente ter ficado aterrorizada com certas coisas.


Quando iniciei a leitura de O Cemitério a primeira coisa que pensei foi "Esse livro foi escrito pelo King mesmo? Tipo, com certeza foi escrito por ele?" haha. Minha experiencia com os livros do Mestre me fez perceber e acreditar que quase sempre as primeiras 100 páginas são bem densas. Ele gosta de nos ambientar de uma forma surreal e nos apresentar muito bem aos personagens antes de finalmente partir para o "tiro, porrada e bomba" hahaha.

Porém, neste livro, ele simplesmente fez o contrário disso. 50 páginas já são o suficiente pra você ter mergulhado de cabeça na história e estar chocadx com algumas coisas. Pois ele realmente pega pesado nesse livro, destrói seu coração, te deixa jogadx no chão mergulhadx em lágrimas e depois volta pra pisar mais um pouquinho e te mostrar que é possível sofrer ainda mais.

Pra mim, o King se reinventou na escrita deste livro. Posso dizer que fui surpreendida mais uma vez e, em grande parte, de uma forma maravilhosa. Então sim, o ritmo de leitura é incrível, é impossível largar o livro. Tanto que, pela primeira vez na vida, consegui ler um dos livros do SK em menos de um mês.

"Ele se perguntou se em algum lugar lá no fundo, longe de seu comportamento aparente, não estivera sempre a um passo das mais absurdas irracionalidades. E se não era isso que acontecia com todo mundo."

Okay, King enaltecido mais uma vez, já podemos falar sobre o livro em si haha.

No geral, foi uma ótima leitura e continuo acreditando que ele pode ser um dos melhores livros que o SK escreveu, mas não é um dos meus favoritos da vida. Senti desde o início que tinha tudo pra ser, mas o final me desanimou bastante, então seria injusto até mesmo dar 5 ★’s completas.

Me emocionei muito com essa leitura e ela realmente me marcou de algum jeito. Sem falar que encontrei aquilo que sempre busco em livros desse gênero: sustos, superstições, uma boa dose de cenas macabras que nos deixam aterrorizadxs a ponto de não conseguir dormir à noite e claro, muitas informações e curiosidades sobre o local onde se passa a história.

Mas, quando virei a última página e percebi a quantidade de pontas soltas que ficaram, tive a sensação de que o King pegou na minha mão, me levou até o cemitério dos animais, me contou um monte de coisas aleatórias e simplesmente sumiu, do nada. Me deixou lá com tudo aquilo de informações mas sem nenhuma conclusão. Okay, sabemos que os livros do SK costumam ter finais abertos, mas pra mim O Cemitério extrapolou isso e me deixou bem chateada.

Sinto que faltou muito pouco pra ser um dos meus livros favoritos. Talvez uma frase a mais já tivesse sido suficiente, pois o problema não é o final aberto e sim a falta de algo concreto que pelo menos nos permitisse criar algumas teorias. O ponto principal, que faz a história girar em torno dele e que então precisava ser esclarecido, foi deixado de lado. Ficamos apenas com rumores e nenhuma certeza.

Enfim, não posso condenar o livro só pelo final, mas infelizmente também não consegui relevar isso também. Mas é fácil entender muito bem porque ele é um dos favoritos de muitos leitores, pois no geral ele é um ótimo livro sim.

Bom, agora que finalmente li O Cemitério, preciso urgentemente assistir Cemitério Maldito. Mas é claro que vou assistir o antigo e este novo e sim, como combinamos lá no instagram, terá post com spoiler em breve.



❔| Você já leu O Cemitério? Me conta aqui nos comentários e vamos bater um papo sobre esse livrão do Mestre SK.


PS: Aqui vai um agradecimento especialmente para a Coraline, por gentilmente ter me ajudado nas fotos dessa resenha. (Gentilmente = Tirei 32 fotos e só em uma ela estava paradinha. Também tive que repensar a foto inteira, pois é claro que Coraline não estava pensando o mesmo que eu e claramente não ficaria numa posição em que sua mera humana havia escolhido.)
Postado à:

terça-feira, 11 de junho de 2019

Resenha: Uma Mulher no Escuro - Raphael Montes
20:27:000 Comentários

Título: Uma Mulher no Escuro
Autor: Raphael Montes
Editora: @companhiadasletras
Número de páginas: 254
Minha classificação: 4,5★’s

» Sobre a edição:
  

Sou suspeita a falar sobre esta edição pois adoro livros em tamanho físico menor, como este. Acredito que eles sejam mais confortáveis do que aqueles de tamanho tradicional. Mas quanto à capa, fonte e afins... simplesmente amei tudo. A fonte é de um tamanho super okay e parece seguir o padrão dos livros do Raphael. A capa parece ter sido uma mistura de A Incendiária com Metade Sombria, amei haha.

» Sobre a história:

Com 4 anos de idade, Victoria Bravo viu toda sua família ser brutalmente assassinada. O assassino era um adolescente que estudava na escola dos pais de Victoria, mas apesar de ter confessado o crime, nunca revelou o que o motivou a cometer tal crime.
Mas agora, 20 anos depois, Victoria se vê sendo ameaçada justamente pelo suposto assassino de seus pais. Ele estaria em busca de que? Por que a poupou quando criança, para depois ameaçá-la anos depois?


  

» Sobre os personagens:

Me identifiquei com a personagem principal daquele jeito incrível que nos permite entender o que ela realmente esta passando e às vezes até mesmo o que ela esta sentindo. Por isso, acredito que grande parte dos personagens deste livro nos transmitem uma carga emocional absurda. À primeira vista são pessoas normais, mas que na verdade escondem segredos, historias e traumas absurdos.

» O que eu achei:

Simplesmente devorei esse livro!
Fazia muito tempo que eu não ficava tão presa em uma leitura a ponto de não conseguir largar o livro.

Meus miolos praticamente fritaram enquanto eu criava um milhão de teorias para tentar descobrir quem era o assassino e suas motivações. No final, posso dizer que apenas uns 30% delas estavam certas haha.

Acredito que assim como os outros livros do autor, Uma Mulher no Escuro é perturbador em vários aspectos. Principalmente quando você fecha o livro e se dá conta de tudo que acabou de ler. Quando percebe o quanto as pessoas podem ser "podres" e que podemos estar confiando nas pessoas erradas. Pra mim, a grande mensagem desse livro é: Não confie cegamente em tudo que te dizem, pois o seu pior inimigo pode estar do seu lado.

A escrita do Raphael é mega fluída e o jeito como ele dispõe os elementos ao longo das páginas, me dá a sensação de levar inúmeras "tijoladas" haha. Quando achamos que é impossível acontecer mais alguma reviravolta ou que se houver, o autor vai simplesmente estragar tudo, ele apenas vira a história inteira de cabeça pra baixo e nos mostra que seus livros sempre podem ficar mais interessantes.

O final foi o único motivo pelo qual não dei 5★’s. No geral, gostei muito de como a história foi concluída, mas acho que poderia ter sido um pouquinho menos corrido. Mas, isso é apenas um gosto pessoal.

❔| Você já leu Uma Mulher no Escuro ou algum outro livro do Raphael? Me conta aqui nos comentários.



Postado à:

terça-feira, 23 de abril de 2019

Dia do Livro feat Livro fav
19:27:000 Comentários

Olá migos!
Pra comemorar o Dia do Livro e incentivar a leitura, a @companhiadasletras lançou um desafio... Postar uma foto com o seu livro favorito.

O meu, claramente, não poderia ser outro além de It, A Coisa. Meu calhamaço favorito da vida e o livro que me fez conhecer o Mestre Stephen King e simplesmente me apaixonar pela escrita dele.

Pennywise e o Clube dos Otários me acompanharam durante tanto tempo, que quando finalmente finalizei a leitura, tive a sensação de que estava deixando Derry. Mas, é claro que um pedaço do meu coração ficou por lá.

Esse post, infelizmente, não é um daqueles com motivos para que você dê uma chance para este livro. Já faz uns 2 anos que li ele e ainda não consegui resenhá-lo, então, seria impossível tentar listar motivos, até porque um pergaminho acabaria sendo pouco. 


Só posso dizer que pra mim, It precisa ser lido o mais devagar possível. São tantas histórias e personagens incríveis que devorar esse livro até poderia ser considerado um pecado haha. E claro, este livro é simplesmente maravilhoso, você precisa lê-lo urgentemente.

Enfim, você já leu It, A Coisa? Tem vontade de ler? Me conta aqui nos comentários ❤️
Postado à:

domingo, 24 de fevereiro de 2019

Leitura de Março
19:13:000 Comentários

Ver essa foto no Instagram

Olá Seres! Já temos o nome da nossa próxima vítima, então anotem em seus Grimórios: Em Março, iremos ler Jantar Secreto do mestre Raphael Montes. Se você pretende ler com a gente, já fique de olho para adquirir o livro em versão física ou digital. Aliás, já comece a preparar seu estômago também, pois este definitivamente não é um livro fácil de ler. Uma de minhas aprendizes até recomenda que, durante a leitura, vocês sempre tenham um saco plástico por perto. O cronograma será divulgado no dia 1°, como de costume e se você ainda não conhece este livro e viu o post rolando pela sua timeline, aqui vai a sinopse: Um grupo de jovens deixa uma pequena cidade no Paraná para viver no Rio de Janeiro. Eles alugam um apartamento em Copacabana e fazem o possível para pagar a faculdade e manter vivos seus sonhos de sucesso na capital fluminense. Mas o dinheiro está curto e o aluguel está vencido. Para sair do buraco e manter o apartamento, os amigos adotam uma estratégia heterodoxa: arrecadar fundos por meio de jantares secretos, divulgados pela internet para uma clientela exclusiva da elite carioca. A partir daí, eles se envolvem em uma espiral de crimes, descobrem uma rede de contrabando de corpos, matadouros clandestinos e grã-finos excêntricos, e levam ao limite uma índole perversa que jamais imaginaram existir em cada um deles. Esperamos por vocês, hein. Bjs trevosos.
Uma publicação compartilhada por 3 O'clock Reading Club (@3oclockreadingclub) em
Postado à:

quarta-feira, 26 de dezembro de 2018

LC de Janeiro
19:20:000 Comentários
Postado à:

terça-feira, 10 de abril de 2018

Você quer um balão?
00:02:000 Comentários


❝- Quer seu barco, Georgie?⠀
- Sim, claro.⠀
- E um balão? Tenho vermelho e verde e amarelo e azul...⠀
- Eles flutuam?⠀
- Flutuam? - O sorriso do palhaço se alargou - Ah, sim, claro que sim. Flutuam! E tem algodão-doce...⠀
- Eles flutuam, eles flutuam, Georgie, e quando você estiver aqui embaixo comigo, também vai flutuar...❞⠀

🎈| Sim, já faz uma vida que eu terminei It, A Coisa e ainda não fiz nenhum post sobre ele, porque apenas não sei por onde começar! Mas, vamos mudar isso. Você já leu ou pretende ler esse livro? Me conta aqui nos comentários e vamos falar sobre essa obra maravilhosa do Mestre Stephen King!⠀
De antemão, eu posso dizer que esse livro é absurdamente completo e ele é o responsável por eu ter me apaixonado pela escrita do King.⠀

Ps: Essa é a primeira vez que eu TENTO "fazer" um It ou algo do gênero. Então relevem os bugs. Obrigada 💞.

Postado à:

Profundez no Instagram: