Profundez: #CaféComAHobb
Mostrando postagens com marcador #CaféComAHobb. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador #CaféComAHobb. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 19 de abril de 2021

Então, me apaixonei por vampiros.
12:00:000 Comentários



"Mas os vampiros sentem tanto frio quanto os mortais, e o sangue da morte geralmente serve de alívio rico e sensual para este frio."


________
Oii gente!
No post de hoje eu quero saber algo sobre vocês: São fascinados por vampiros ou não?

No meu caso, confesso que fui apaixonada pelos filmes de Crepúsculo mas também acabei perdendo o encanto super rápido. Assim, o universo vampiresco perdeu lugar no meu coração e automaticamente, comecei a subestimar muitas produções e títulos envolvendo este tema.

Mas, este ano comecei a ler Entrevista com o Vampiro e estou praticamente apaixonada pelo universo que dona Anne Rice criou. Pois ela literalmente, refez todas as minhas noções e imaginações a cerca de vampiros. Sem falar que, tudo na história me deixa com uma grande nostalgia de Buffy, A Caça Vampiros haha.

Então sim, estou morrendo de vontade de dar continuidade nessa série e devorar os milhares de livros que dona Anne escreveu sobre meus vampiros favoritos!!
Postado à:

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

Você também se cobra para ler mais?
12:02:000 Comentários

Oi migos!

A maioria esmagadora de nós, se cobra o tempo todo em relação à algo... Até mesmo quanto à quantidade de páginas que lemos durante o mês e/ou ano.

Okay, não vou ser hipócrita e dizer que nunca me cobrei também. Às vezes essa é a minha maior dor de cabeça, mas ultimamente aprendi reparar mais em algumas coisas e com isso, me libertei um  pouquinho dessa cobrança. Então, esse post é um apanhado de dicas e também um breve desabafo.

O primeiro ponto é justamente não se cobrar tanto, pois quando colocamos pressão demais em nós mesmo para realizar determinada tarefa, ela tende a ficar mais difícil e até mesmo chata. Bom, a leitura deveria ser o oposto disso, né? Temos que ler por que gostamos de ler. Por que gostamos de conhecer novas histórias, personagens, universos, autores, etc. Ler não deveria ser uma obrigação cansativa e uma ação praticamente automática.

Também precisamos ter um pézinho na realidade pra perceber que às vezes a rotina pode não nos permitir ler 100 páginas por dia e tudo bem. A vida acontece e é normal ter outras coisas pra fazer além de ler e ainda tem a parte de quem puf... cada um tem um ritmo de leitura diferente. Você pode conseguir ler 30 páginas durante 1h enquanto outra pessoa vai conseguir ler 50/100 páginas e vice-versa.

Tá tudo bem não ser uma máquina devorada de livros haha. Acredito que temos bastante tempo pela frente, então podemos sim demorar mais de uma semana pra concluir a leitura de um livro. Não há nenhuma lei universal que nos proíba de fazer isso.

Acho incrível essa galera que faz paginômetro e se desafia a ler uma quantidade de páginas por dia, ou quem consegue encaixar a leitura em momentos curtinhos e aleatórios do seu dia. Eu não consigo. Já tentei os dois e não rolou.

Sou do tipo que hoje devora um livro e passa os próximos cinco dias sem ler nada. E assim, eu tenho ansiedade. Então ver os "0" preenchendo vários dias do meu paginômetro me fazem surtar e praticamente apagam os outros números pra mim. 

O que eu quero dizer é que, funcionar pro seu amigo e não funcionar pra você é normal. Somos Seres diferentes e há muita beleza nisso. Com o tempo vamos nos conhecendo e sabendo o que funciona pra nós.

Por último, mas não menos importante, preciso te contar uma coisa que quase ninguém lembra de falar. Os livros tem diagramações diferentes! Então é lógico que é injusto comparar um livro pequeno, com uma fonte enorme e cheio de ilustrações à um livro grande, com fonte pequena e texto corrido.

Percebe onde chegamos? O que importa é a viagem, o que você aprendeu, o que você sentiu. Números são só números.
Postado à:

terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

Qual livro te lembra infância?
12:00:000 Comentários

《 #CaféComAHobb 》

» Qual livro tem gostinho de infância pra vocês?

O meu, com toda certeza do mundo, é Bambi. Lembro de minha mãe me contando esta história repetidas vezes e lembro de sempre sentir aquele aperto no peito quando a mãe de Bambi é atingida. Mas, O Patinho Feio também foi um trauma e tanto, apesar de o final nos deixar com um calorzinho no coração.

Às vezes fico me perguntando o que aconteceu com as crianças que fomos um dia. Será que as perdemos em meio ao ritmo bizarro que a tecnologia trouxe ao mundo? Hoje em dia tudo se tornou rápido demais, esquecemos tudo em um piscar de olhos e a maioria das coisas ficam apenas em nossa camada superficial.

Não digo que seja a fórmula perfeita, mas acredito que ler para uma criança e estimular o amor pela literatura pode frear um pouco isto.
Postado à:

domingo, 2 de fevereiro de 2020

Elementos estranhos para fotos
00:12:000 Comentários

《 #CaféComAHobb 》

» Qual foi a coisa mais estranha que vocês já usaram pra compor alguma foto?⠀

Eu sempre saio experimentando tudo e várias vezes acabo me surpreendendo que coisas tão simples e, praticamente sem utilidade, acabam ficando maravilhosas nas fotos.

Hoje, vou dizer que a coisa mais estranha do momento foi esse "musgo" que encontrei no chão enquanto catava folhas secas haha. Mas tenho conhecimento de que alguns diriam que o auge da minha ousadia é usar algumas comigo-ninguém-pode haha. Gente, desculpem mas essas folhas são lindas e nunca tive problema nenhum com elas haha.
Postado à:

terça-feira, 14 de janeiro de 2020

Café com a Hobb: Primeira leitura de 2020
21:10:000 Comentários


Oi migos! 

» Qual foi ou está sendo a primeira leitura de vocês em 2020?

Eu comecei com a meta de concluir os livros que iniciei em 2019. Então, escolhi Sobre a Escrita do mestre Sk. No entanto, li umas 100 páginas e precisei dar uma pausa novamente.

O livro é sensacional, mas sinto que não estou na vibe para lê-lo. Sobre a Escrita é bem mais teórico, apesar de todas as brisas do King. É um livro pra você anotar dicas, perceber erros que comete na escrita e aproveitar para descobrir as coisas que tem na sua caixa de ferramentas.

Pretendo retomar a leitura em breve, mas enquanto isso, decidi ler A Corrente e até agora estou gostando bastante.
Postado à:

Profundez no Instagram: