Profundez: #ACOMAF
Mostrando postagens com marcador #ACOMAF. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador #ACOMAF. Mostrar todas as postagens

sábado, 30 de dezembro de 2017

Quotes: Corte de Asas e Fúria - Sarah J. Maas
17:47:000 Comentários

🗡| Olá humanxs, tudo bem com vocês?

Pra encerrar esse 2017 com chave de ouro, é claro que eu precisava trazer um post com os quotes de Corte de Asas e Fúria. E, mds, é cada um mais bonito que o outro. Apesar de alguns serem simples e até mesmo um pouco clichês, eles são daquele tipo que você não vai esquecer tão cedo e até mesmo querer sair riscando por aí haha. Então, vamos lá?!

"Jamais percebi como a culpa é uma motivação poderosa."

(Pág: 36).

"Uma biblioteca é como um templo."

(Pág: 216).

"... de vez em quando nos lembramos de que o que achamos ser nossa maior fraqueza pode ser, às vezes, nossa maior força. E que a pessoa mais improvável pode mudar o curso da história."

(Pág: 308).

"Se quer alguém para culpar por tudo isso, talvez devesse olhar primeiro no espelho."

(Pág: 417).

"Apenas você pode decidir o que a destrói."

(Pág: 521).

"Não acho que você deva aceitar coisas "boas o suficiente".

(Pág: 580).

"É raro uma pessoa encarar quem realmente é e não fugir, não ser destruída por isso."

(Pág: 593).

"... não havia tempo o suficiente na vida para desperdiçar com ódio. Sentindo ódio e despejando-no mundo." 

(Pág: 675).

🔥PERGUNTA: Quais são os teus quotes favoritos de Corte de Asas e Ruína?
Postado à:

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Resenha: Corte de Asas e Ruína - Sarah J. Maas
17:44:000 Comentários

Título: Corte de Asas e Ruína
Autor: Sarah J. Maas
Ano: 2017
Editora: Galera Record
Número de páginas: 682
Minha classificação: 5★'s

▶Sobre a edição: 
Bom, eu sou suspeita a falar pois sempre me apaixono por tudo que envolva asas… Então, pra mim, esse é o livro mais bonito de toda a trilogia. A edição é incrível e aqueles errinhos de impressão se reduziram a praticamente nada.

▶Sobre os personagens: 

Neste último livro eu senti que a Feyre, personagem principal, deu meio que uma estagnada. Por mais que ela tenha continuado demonstrando ser super forte diante de diversas situações, ainda assim eu esperava mais dela. Pois achava que ela iria salvar tudo e a todos sozinha, e que ela fosse de certa forma invencível. Porém, isso foi algo que me deixou muito dividida. Já que durante essas brechas da Feyre, nós conseguimos sentir que aquela menina lá do início de Corte de Espinhos e Rosas ainda existia, que alguma parte dela ainda era humana. E que sim, às vezes ela ficava cansada, se machucava e até mesmo fracassava. Mas, ainda durante estas brechas, outros personagens tiverem a oportunidade de ganhar ainda mais voz. O que foi super bacana, pois permitiu que a autora tivesse espaço para desenvolver outros personagens muito importantes para o rumo da história.

O Tamlin conseguiu me deixar com mais ranço do que Hybern. O jeito como ele agiu na maior parte do livro me fez pegar nojo dele. Porém, no final eu fiquei com uma certa esperança de que ainda há uma pequena possibilidade de que ele amadureça, em um possível spinoff, assim conseguindo observar as coisas do ângulo correto e se tornar alguém um pouco melhor.

O Rhys e toda a Corte Noturna - de Velaris é claro - são oficialmente os meus personagens favoritos. A amizade que eles cultivam é simplesmente encantadora. Assim como o modo que eles trataram a Feyre desde o início… Apoiando toda e qualquer decisão dela e não apenas impondo limites. Na minha visão, ela só conseguiu se tornar uma personagem tão forte assim, devido ao apoio que recebeu nesta corte. 
Nestha e Elain? Simplesmente me surpreenderam e me conquistaram completamente.


▶ Sobre a história: 
  • A primeira coisa que realmente me incomodou muito, foi a demora para que a guerra começasse. Pois eu ficava ali apreensiva, contando os segundos pra Hybern atacar e nada. Porém, no momento em que eles realmente começam a lutar, é uma emoção atrás da outra.

  • A força das personagens femininas é algo que me chamou ainda mais atenção durante este último livro. Pois elas têm um papel super importante em cada momento tenso. E como eu já havia mencionado anteriormente, elas são ouvidas, lutam pelos seus ideais e são independentes. A opinião delas realmente é levada em consideração, muito diferente de vários outros livros que eu já li.

  • O universo ao qual este livro nos apresenta é de tirar o fôlego! Além das cortes e das terras humanas, nós conhecemos uma série de criaturas misteriosas e as respectivas histórias também. Confesso que me apeguei a várias delas, por mais assustadoras que algumas possam ser. A descrição dos territórios das cortes também é algo fascinante. Elas são extremamente diferentes umas das outras, porém, é praticamente impossível escolher qual seria a mais bela.

  • E as reviravoltas? Bom, isso tem de sobra nesse livro!! Porém, todas elas são muito bem desenvolvidas. Assim como a escrita da Sarah J. Maas que se tornou mais incrível a cada página que eu lia. A riqueza de detalhes é tão grande que em vários momentos eu me sentia diante de uma tela de cinema. Pois de fato eu conseguia imaginar os ambientes com uma perfeição de tirar o fôlego. Ainda falando sobre a autora… Se você é do tipo que odeia excesso de pontas soltas, pode ficar tranquilo. Por exemplo próprio, em determinadas situações eu já começava a me acostumar que aquilo ficaria daquele jeito mesmo, mas eis que ela nos surpreendia com uma explicação super emocionante. A sensação que eu tive foi de que ela de fato não esquece de nada! Cada informação, por mais pequena que seja, parece ter sido guardada e planejada para ser explicada no momento certo. O que me rendeu várias lágrimas, sorrisos e até gritos haha.

Eu terminei Corte de Asas e Ruína em êxtase! Ainda estou sem saber o que fazer com a minha vida. E sinceramente? Com vontade de ler tudo de novo! Na minha opinião, este foi um livro perfeito para encerrar a trilogia. Pois você fecha ele com aquela sensação de plenitude. Tudo o que devia ter acontecido, de fato aconteceu. Nenhum personagem ficou sem o que mereceu. Se eu pudesse, ficaria falando desse livro durante uma semana ou mais haha.

Mas e você, já leu Corte de Asas e Ruína? O que você achou dele? Me conta aqui nos comentários, eu vou adorar saber ♥ 
Postado à:

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

Sinopse: Corte de Asas e Ruína - Sarah J. Maas
17:38:000 Comentários

🎨| Hey humanxs!

Algum de vocês também é apaixonado pela trilogia de Corte de Espinhos e Rosas? Bom, eu terminei o último livro essa semana e ainda estou surtando!! Então, é lógico que hoje nós vamos falar sobre... Corte de Asas e Ruína!

▶Confira a sinopse: 
Feyre Archeron suportou a fome, o frio, a desesperança. Atravessou a Muralha, foi Sob a Montanha. Reclamou seu amor, quebrou a maldição, livrou o mundo feérico da mais terrível ameaça... ou não? Amarantha pode ter sido aniquilada, mas o rei de Hybern pretende usar o Caldeirão para moldar um novo tempo; uma época de trevas e escravidão.

A guerra se aproxima, um conflito que promete devastar Prythian. Em meio à Corte Primaveril, num perigoso jogo de intrigas e mentiras, a Grã-Senhora da Corte Noturna esconde seu laço de parceria... e sua verdadeira lealdade. Longe de sua corte, longe de seu Grão-Senhor e verdadeiro amor, ela reúne informações, na esperança de vencer Hybern.

Tamlin está fazendo acordos com o invasor, Jurian recuperou suas forças, as rainhas humanas prometem se alinhar aos desejos de Hybern em troca de imortalidade. O exército inimigo parece imbatível. Mas o sonho de Velaris é como um farol em meio às trevas. O ideal de um mundo mais justo, igualitário... a estrela no horizonte de uma nova Prythian.

Feyre e seus amigos precisam aprender em quais Grãos-Senhores confiar, e procurar aliados nos mais improváveis lugares. Porém, a Quebradora da Maldição ainda tem uma ou duas cartas na manga... antes que sua ilha queime.

Como de costume, em breve teremos resenha aqui. Mas enquanto isso, me conta aqui nos comentários se você já leu ou pretende ler essa trilogia ^^


Postado à:

domingo, 24 de dezembro de 2017

Quotes: Corte de Névoa e Fúria - Sarah J. Maas
17:24:000 Comentários

🌫😠| Hey humanxs, Feliz Natal! E à propósito, o que vocês ganharam de presente? Haha. Espero que alguns livros, assim como eu ♡

Mas enfim, vamos falar mais uma vez sobre Corte de Névoa e Fúria?! Pois outra coisa que me fez amar ainda mais este livro foram os quotes. Cada um mais belo que o outro. Então, vou dividir alguns com vocês!

"Contanto que as pessoas que interessam saibam a verdade, não me importo com o resto."

(Pág: 198).

"Há dias bons e dias ruins para mim... mesmo agora. Não deixe que os dias ruins vençam."

(Pág: 254).

"Pode deixar que isso a destrua, deixar que a leve à morte... Ou pode aprender a viver com isso."

(Pág: 314).

"A questão não é se amava você, é o quanto. Demais. Amor pode ser um veneno."

(Pág: 339).

"Às estrelas que ouvem e aos sonhos que são atendidos."

(Pág: 356).

"Por que as coisas se atêm a outras? Talvez amem tanto o lugar para onde vão que vale a pena. Talvez continuem voltando até que reste apenas uma estrela. Talvez essa única estrela faça a viagem para sempre, com a esperança de que um dia, se continuar voltando com frequência, outra estrela a encontre de novo."

(Pág: 459).

Devo confessar que esse último é o meu favorito♥.⠀
Mas é pra você, qual é o quote mais encantador de Corte de Névoa e Fúria? Me conta aqui nos comentários ^^
Postado à:

sábado, 23 de dezembro de 2017

Resenha: Corte de Névoa e Fúria - Sarah J. Mass
17:20:000 Comentários

Título: Corte de Névoa e Fúria
Autor: Sarah J. Maas
Ano: 2016
Editora: Galera Record
Número de páginas: 654
Minha classificação: 5★'s

▶Sobre a Edição: 

Assim como em Corte de Espinhos e Rosas, essa edição é maravilhosa. Você se sente completamente encantada por ter um livro desse em mãos. Porém, alguns errinhos de impressão permaneceram.

Sobre os personagens:
Neste livro você vai simplesmente ficar fascinado com a Feyre e com o fato de ela ter se tornado uma personagem feminina ainda mais forte. Ela realmente amadureceu muito e o que nós vimos sobre ela nos primeiros capítulos de Corte de Espinhos e Rosas, quando ela ainda estava na aldeia, foi trazido com muito mais força neste livro. Mas não só ela, em geral, as personagens femininas nesse livro são incríveis. Lutam pelos seus ideias, não se deixam governar por ninguém, não desistem jamais e muito menos esperam por um “príncipe encantado” que possa salvá-las ou protegê-las. Sem contar que elas realmente tem voz, ou seja, as opiniões delas nunca são ignoradas.

Quem mais me surpreendeu foi, sem sombra de duvidas, o Rhysand. Observar este personagem por outro ângulo nos permite entender uma série de outras coisas que passaram despercebidas no primeiro livro. E também nos faz odiar o Tamlin. Odiar o fato de ele estar fazendo tudo errado, porém, achar que está é a única solução e consequentemente o único jeito de ter de volta “coisas” que ele perdeu. Odiar o quão abusivo ele foi com o Feyre na maior parte do tempo e eu, particularmente, não fui capaz de perceber isso. Talvez por que a tal maldição acabou me fazendo aceitar mais coisas do que realmente faziam parte dela.

▶Sobre a história:
Não há palavras o suficiente pra explicar o quão maravilhoso este livro é. Pois, em Corte de Névoa e Fúria, nós realmente sentimos o quanto a autora evoluiu no desenvolvimento da história e os personagens. A escrita da Sarah J. Maas se tornou ainda mais rica em detalhes, bem organizada/planejada e desenvolvida. Apesar de o livro passar de 600 páginas, praticamente não sentimos isso de tão fluída que a leitura é.


A forma como os personagens são apresentados continua fazendo com que nos apeguemos à eles. Sentimos o quão importantes eles são para cada cena e para a história no geral. A ação se faz muito mais presente neste livro. Assim como as tais reviravoltas. Mas quanto a isso, o fato é que, por mais que as coisas mudem loucamente e você seja obrigado a ver a situação de outro jeito, ele nunca volta para o ponto inicial. Há sempre algo novo, mas algo que se encaixa perfeitamente em tudo e que te explica uma série coisas super importantes. E nele, nós percebemos que antes a Feyre teve apenas uma gota de tudo o que ela poderia ter tido, que muitas coisas foram proibidas à ela.

Porém, agora é como se ela tivesse um oceano inteiro só pra si e alguém que não deseja fazê-la de escrava, troféu ou até mesmo um bichinho de estimação, mas sim cuidar dela enquanto ela enfrenta tudo o que desejar enfrentar. Nada pode impedi-la ou dizer que ela não é boa o suficiente para tais coisas.

Por fim, eu só preciso deixar claro que este livro me destruiu! Ele foi capaz de mudar totalmente a visão que eu tinha sobre essa história. O que foi maravilhoso, pois fez com que eu me encantasse por ela ainda mais. Porém, também fez com que eu ligasse um alerta em relação a outras coisas, principalmente coisas “reais”. Como parar de romantizar certas história, pensar ainda mais além do que me é apresentado e consequentemente questionar mais certas coisas.

Até agora, este é o meu livro favorito desta trilogia!! Mas e você, já leu Corte de Névoa e Fúria? Me conta aqui nos comentários o que você achou dele ♥
Postado à:

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

Sinopse: Corte de Névoa e Fúria - Sarah J. Mass
17:16:000 Comentários

🌫😠| Hey humanxs, tudo bem com vocês?!

Bom, eu só gostaria de dizer que não há como explicar o quão destruidor Corte de Névoa e Fúria é!! Pensem em um livro que mexe em tudo que você já tinha em mente sobre a história e te apresenta algo totalmente novo. Porém, tudo faz sentido! Você se sente até meio trouxa por ter acreditado tanto em Corte de Espinhos e Rosas haha. Mas, vamos deixar essas e outras tantas considerações pra resenha. Está que sairá em breve, aguardem...


Confira a sinopse de Corte de Névoa e Fúria: 
Feyre Archeron morreu Sob a Montanha. Nas garras de Amarantha, a jovem humana que ansiava por amor e proteção deixou de existir. Das cinzas de seu velho eu, Feyre Quebradora da Maldição foi Feita – com os poderes de sete Grão-Feéricos... e uma vontade tão férrea quanto o metal temido por eles.

Seu coração, no entanto, permanece humano, vulnerável. Incapaz de esquecer o que sofreu para libertar o povo de Tamlin... e o pacto firmado com Rhysand, senhor da Corte Noturna. Mas, mesmo assim, Feyre se esforça para reconstruir o lar que criou na Corte Primaveril. Então por que é ao lado de Rhys que ela se sente mais plena?

Peça-chave num jogo que desconhece, Feyre deve aprender rapidamente do que é capaz. E curar sua alma partida. Pois um antigo mal, muito pior que Amarantha, se agita no horizonte... um que ameaça não apenas os feéricos, mas o mundo humano e a muralha também.

Enquanto navega por uma teia de intrigas políticas, paixões e poder, sufocada por Tamlin, Feyre precisa decidir o que deseja: amor ou liberdade?
Postado à:

Profundez no Instagram: