RESENHA: O Homem da Forca - Shirley Jackson - Profundez

quarta-feira, 17 de novembro de 2021

RESENHA: O Homem da Forca - Shirley Jackson

 


《 #ResenhasDaHobb 》


Título: O Homem da Forca
Autores: Shirley Jackson
Editora: Alfaguara
Número de páginas: 224
Minha classificação: 4 ★’s

_________________

▶ Sobre a história:

Natalie Waite, filha de um importante escritor, só pensa em sair da casa dos pais para enfim alçar voos na faculdade. Porém, após alguns meses no campus ela percebe que as coisas são muito diferentes do que pensava e que a tão sonhada felicidade, não pode ser alcançada.
Em determinado ponto, as certezas de Natalie desaparecem e à vemos transitando entre a realidade e uma sombria alucinação.

_________________

▶ O que eu achei:

O Homem da Forca é um dos livros mais pessoais que já li. Digo isso baseado no ponto de que, Shirley Jackson parece ter levado ao pé da letra o fato de que cada leitor cria uma percepção diferente sobre uma mesma história.


Para mim, Natalie é uma garota que passou por um enorme trauma e que encontrou refúgio em sua mente fantasiosa. Porém, para você ela pode ser outra pessoa totalmente diferente.

O que Shirley faz, é nos jogar dentro da cabeça da protagonista. Tanto que, em determinados momentos os parágrafos não fazem sentido nenhum e parecem não se conectar com o restante da história. Para mim, a autora quis que o leitor participasse assiduamente da trama. Nós é que escolhemos o rumo da história, o que é realidade e o que é fantasia.

A linguagem foi extremamente difícil e o ritmo de leitura igualmente. Porém, conclui o livro com a sensação de que fui surpreendida pela autora mais uma vez. Pois, a cada frase, ela exigiu que eu me desprendesse da realidade um pouco mais.

No geral, foi uma leitura incrível apesar de complexa. Me deixou com a sensação de que Shirley Jackson era genial demais para a sua época e até mesmo para a atualidade. É como se ela estivesse anos luz à frente de nós.

Com certeza é um dos livros que quero manter na minha estante e que pretendo reler no futuro, para assim incluir novas percepções em minhas anotações e assim, comparar duas fases minhas completamente diferentes.

"... se estava sonhando seu quarto e suas palavras, poderia muito bem estar sonhando seu mundo."


Nenhum comentário:

Profundez no Instagram: