Você também se cobra para ler mais? - Profundez

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

Você também se cobra para ler mais?


Oi migos!

A maioria esmagadora de nós, se cobra o tempo todo em relação à algo... Até mesmo quanto à quantidade de páginas que lemos durante o mês e/ou ano.

Okay, não vou ser hipócrita e dizer que nunca me cobrei também. Às vezes essa é a minha maior dor de cabeça, mas ultimamente aprendi reparar mais em algumas coisas e com isso, me libertei um  pouquinho dessa cobrança. Então, esse post é um apanhado de dicas e também um breve desabafo.

O primeiro ponto é justamente não se cobrar tanto, pois quando colocamos pressão demais em nós mesmo para realizar determinada tarefa, ela tende a ficar mais difícil e até mesmo chata. Bom, a leitura deveria ser o oposto disso, né? Temos que ler por que gostamos de ler. Por que gostamos de conhecer novas histórias, personagens, universos, autores, etc. Ler não deveria ser uma obrigação cansativa e uma ação praticamente automática.

Também precisamos ter um pézinho na realidade pra perceber que às vezes a rotina pode não nos permitir ler 100 páginas por dia e tudo bem. A vida acontece e é normal ter outras coisas pra fazer além de ler e ainda tem a parte de quem puf... cada um tem um ritmo de leitura diferente. Você pode conseguir ler 30 páginas durante 1h enquanto outra pessoa vai conseguir ler 50/100 páginas e vice-versa.

Tá tudo bem não ser uma máquina devorada de livros haha. Acredito que temos bastante tempo pela frente, então podemos sim demorar mais de uma semana pra concluir a leitura de um livro. Não há nenhuma lei universal que nos proíba de fazer isso.

Acho incrível essa galera que faz paginômetro e se desafia a ler uma quantidade de páginas por dia, ou quem consegue encaixar a leitura em momentos curtinhos e aleatórios do seu dia. Eu não consigo. Já tentei os dois e não rolou.

Sou do tipo que hoje devora um livro e passa os próximos cinco dias sem ler nada. E assim, eu tenho ansiedade. Então ver os "0" preenchendo vários dias do meu paginômetro me fazem surtar e praticamente apagam os outros números pra mim. 

O que eu quero dizer é que, funcionar pro seu amigo e não funcionar pra você é normal. Somos Seres diferentes e há muita beleza nisso. Com o tempo vamos nos conhecendo e sabendo o que funciona pra nós.

Por último, mas não menos importante, preciso te contar uma coisa que quase ninguém lembra de falar. Os livros tem diagramações diferentes! Então é lógico que é injusto comparar um livro pequeno, com uma fonte enorme e cheio de ilustrações à um livro grande, com fonte pequena e texto corrido.

Percebe onde chegamos? O que importa é a viagem, o que você aprendeu, o que você sentiu. Números são só números.

Nenhum comentário:

Profundez no Instagram: