Resenha: Não Conte a Ninguém - Harlan Coben - Profundez

domingo, 9 de fevereiro de 2020

Resenha: Não Conte a Ninguém - Harlan Coben


Título: Não Conte a Ninguém
Autor: Harlan Coben
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 256
Minha classificação: 3★’s

_______________
▶ Sobre a história:

Elizabeth e David eram aquele famigerado casal que se conheceu ainda nos tempos de escola e ao contrário do que muitos esperavam, não se separaram após a formatura.
Um dos rituais do casal, é retornar, anualmente, ao antigo sítio dos país de David para acrescentar, em uma árvore com suas iniciais, mais uma barra sinalizando mais um ano juntos. Porém, da última vez as coisas saíram do controle... Elizabeth foi sequestrada e David levou uma pancada na cabeça que o fez perder os sentidos momentaneamente. 
De uma forma misteriosa, David conseguiu pedir socorro, mas dias depois o corpo de Elizabeth é encontrado e a morte é atribuída à um famoso Serial Killer.
Anos mais tarde, David recebe um misterioso e-mail com um link para acessar as imagens de uma câmera de segurança, em um horário especifico. Na imagem, ele vê Elizabeth ainda viva.


_______________
▶ O que eu achei:

É, não rolou de novo Harlan Coben.

Confesso que pela premissa, já achei que não gostaria tanto assim da história. Em thriller's, estar em um lago remoto durante a noite já é indício o suficiente de que algo dará errado. Mas, contrariando meus instintos, resolvi arriscar.

O início parecia muito promissor, mas, eis que me decepcionei novamente. Depois das primeiras páginas, comecei a ter a sensação de já ter lido/assistido algo muito parecido com a trama do livro. Infelizmente, nenhum ponto foi capaz de me surpreender e comparando os três livros do autor que já li, a sensação de repetição ficou ainda mais forte.

Parece que uma das características do Harlan, é trazer alguém do passado de volta à vida do protagonista. Sem falar que nos três títulos que li, encontrei pelo menos uma pitada de  conspiração ou falas sobre o governo.

Okay, em apenas um livro eu teria adorado isso, tanto que Até o Fim ganhou minhas 5 estrelas e me fez criar muitas expectativas. Mas, ler três livros que seguem a mesma fórmula acabou se tornando um pouco cansativo.

Por ter um Serial Killer na história, eu também esperava que essa parte fosse um pouco mais explorada. O que claramente não aconteceu e me fez ficar tipo "tanto potencial desperdiçado" haha.


Ainda acho que a escrita do Harlan é fantástica e ele conseguiu me fazer marcar várias falas do personagem principal, pois super me identifiquei com ele. Mas a história de maneira geral, só me fez questionar se o autor realmente escreve pra mim.



"... na dúvida, convém ter a mente aberta."



Nenhum comentário:

Profundez no Instagram: