Resenha: A Paciente Silenciosa - Alex Michaelides - Profundez

quinta-feira, 6 de junho de 2019

Resenha: A Paciente Silenciosa - Alex Michaelides


Título: A Paciente Silenciosa
Autora: Alex Michaelides
Editora: @grupoeditorialrecord
Número de páginas: 349
Minha classificação: 3 ★’s


▶ Sobre a história:

Alicia Berenson era uma famosa pintora antes de ser internada em um hospital psiquiátrico após ter matado seu marido. Na cena do crime, só foram encontradas suas digitais e como ela não pronuncia uma palavra se quer desde então, foi impossível provar sua inocência.
Porém, Theo assume a vaga de psicoterapeuta no Grove com o único objetivo de ajudá-la, fazer com que ela volte a falar e retome sua vida. Mas, aparentemente, há muitas pessoas que prezam pelo silêncio de Alicia.


▶ Sobre os personagens:


Praticamente só temos Theo e Alicia, enquanto os outros personagens simplesmente foram encaixados na história para cobrir buracos. O que eu, particularmente, acredito que acabou por gerar ainda mais buracos, pois parece que eles só existem na presença de Theo e/ou Alicia e que só fazem coisas que envolvam Theo e/ou Alicia. Nenhum deles foi desenvolvido, não sabemos praticamente nada sobre eles e até as descrições físicas são rasas.
Os personagens principais parecem ter recebido um pouco mais de atenção, mas ainda assim são confusos, mudam da água para o vinho sem nenhum motivo plausível e sinceramente, me recuso acreditar que a vida de um ser humano se restringe a tão poucos detalhes e acontecimentos.

▶ O que eu achei:

Cadê o thriller digno de Hollywood que vocês me prometeram? haha.
Tenho a sensação de que li um livro totalmente diferente do que todo mundo tem favoritado e defendido com unhas e dentes. As minhas primeiras impressões caíram por terra e só restou decepção.

A sinopse já não tinha me chamado muita atenção, mas como sabemos isso não quer dizer tanta coisa assim. Você pode amar a premissa mas odiar o livro e vice-versa. Então iniciei a leitura e travei na metade do livro, pois estava achando que talvez não fosse o momento certo para ler. Okay, dei um tempo e iniciei o livro mais uma vez, do zero. 

O que posso dizer? A linha do tempo é simplesmente confusa e não faz o menor sentido. Há uma quantidade absurda de buracos e pontas soltas. Pra mim, é como se o autor iniciasse algo, mas lá pela metade desistisse de concluir aquilo e nem se desse ao trabalho de retirar isto de sua história ou pensar em algo melhor.

90% dessa leitura foi puro tédio e os outros 10% são resumidos em quotes que de alguma forma funcionam muito bem e salvam um pouquinho do livro. 

Confesso que não esperava o plot twist exatamente da forma como foi, mas ainda assim não foi muito surpreendente. No geral, parece uma história normal que poderia muito bem ser resumida em menos de 100 páginas, mas que foi forçada a manter um ritmo morno até atingir suas 300 e poucas páginas.

Enfim, A Paciente Silenciosa é uma das minhas grandes decepções deste ano. Mas, acredito que desta vez não caiba aqui o "foi expectativa demais" ou "li no momento errado". Não gosto de falar coisas assim em resenhas, mas.... Pra mim, esse livro é apenas o "mais do mesmo" vendido como "extraordinário". 


🎨| Você já leu este livro ou quer muito ler? Também faz parte do team que achou ele nada demais? Me conta aqui nos comentários.



Nenhum comentário:

Profundez no Instagram: