Março 2019 - Profundez

terça-feira, 12 de março de 2019

BookTag: Chás e livros.
16:19:000 Comentários

Oi migos!
Hoje eu vou responder uma tag que vi lá no ig da @oreinodaspaginas e que é sobre algo que eu particularmente amo haha.. Bora?

☕ CHÁ DE CAMOMILA - um livro que acalmou você em situações agitadas:
» Os Cavaleiros do Inverno da @ceciliareism 💚. Já disse isso na resenha e ouso repetir: Esse livro fez eu me sentir confortável de um jeito inexplicável.


☕CHÁ DE MAÇÃ E CANELA - um personagem do livro que você se identificou:
» Holly Gibney de a Trilogia Bill Hodges. Minha eterna super-heroína 💚.

☕ CHÁ MATE FORTE - um livro que trate de um assunto forte ou delicado mas você ficou envolvido na história:
» A Mulher na Janela. A personagem principal virou praticamente a minha bff e se fosse possível, teria me oferecido para passar todos os momentos difíceis com ela.

☕ CHÁ DE HORTELÃ - um livro com uma história de amor que te fez suspirar:
» ACOTAR! Minha religião é Feysand 💚. Aliás, titia Sarah já pode mandar mais um livro, né?!

☕ CHÁ DE MORANGO - um livro antigo que muita gente leu menos você:
» Qualquer um da Janne Austen! Sempre vejo alguém falando sobre algum dos livros dela no stories ou no feed mesmo, mas como Romance de Época não é a minha praia... Hahaha. ⠀

Por hoje é só! Sinta-se à vontade para responder a tag também, só não esqueça de me marcar pra que eu possa conferir as respostas de vocês também haha.
Postado à:

sexta-feira, 8 de março de 2019

Quais mulheres te inspiram?
17:21:000 Comentários

Não queremos ganhar flores e chocolates.
Um textão nas redes sociais e um jantar também não são o bastante.
O que realmente queremos é saber que podemos sair de casa sem sentir medo.
Sem sentir medo de sermos violentadas, assediadas... Mortas.

Só pelo fato de sermos mulheres, fomos privadas de receber conhecimento, de expressar nossa opinião e exercer nossos direitos como cidadãs.
Então lutamos.
E agora, se fizermos exatamente o mesmo que um homem, ainda seremos vistas como inferiores e nossos salários continuam sendo mais baixos.

Somos julgadas e condenadas o tempo todo.
A culpa sempre nos é direcionada, desde muito antes de sermos queimadas em fogueiras.

Somos vistas como frágeis, indefesas... Logo nos que sempre precisamos enfrentar o mundo inteiro para ter o direito de fazer coisas tão simples.

Nada nunca foi nos dado.
Nunca recebemos nada de "presente".
Nós lutamos, constantemente, pelos nossos direitos.

Então, nos dizer "Feliz Dia da Mulher" não adianta nada se vocês - homens - não respeitam nem os nossos direitos mais básicos.
Presentinhos não apagam os índices altíssimos de feminicídio.

» Se você leu até aqui, gostaria de te dizer que você é incrível. Espero que seu dia tenha sido ótimo. Que estamos juntas nessa e que jamais iremos desistir de lutar por igualdade. Temos uma força indescritível e juntas, somos muito mais fortes.

Aproveite e me conte nos comentários: Quais são as mulheres que te inspiram?


A minha lista realmente é enorme, mas em especial vou citar Amanda Lovelace e suas poesias que tem me acompanhado faz muito tempo. Em basicamente todos os momentos e sendo uma das minhas principais fontes de força.
Postado à:

quarta-feira, 6 de março de 2019

BookTag: #tagitimalia
17:23:000 Comentários

Olá migos!
Hoje vim responder uma tag que eu vi lá no ig da @insaciavelleitura já faz um tempinho. Bora?


#tagitimalia

💕| Um livro com a capa Iti Malia:
Biblioteca de Almas. Eu não resisto à patinha do Addison 😭♥️. ⠀

💕| Um personagem muito Iti Malia:
Milo, de O Olhar de Milo ♥️.

💕| Um casal Iti Malia:
Agora eu não consigo lembrar dos nomes delas de jeito nenhum, mas o primeiro casal que me veio à mente foram duas detentas de Belas Adormecidas. E o jeito como uma cuidou da outra quando ela enfim adormeceu, foi de destroçar coração ♥️. Se você sabe/lembra o nome delas, por favor, deixe aqui nos comentários. ⠀

💕| Uma história muito Iti Malia:
Extraordinário, por motivos mais do que óbvios. ⠀

💕| Uma história que NÃO é Iti Malia:
Acho que posso citar qualquer um dos livros que tenho lido ultimamente haha. Mas dessa vez vou ficar com, Jantar Secreto e já aproveitar o gancho pra dizer que tá rolando leitura coletiva dele lá no @3oclockreadingclub (a louca do merchan hahahahah).

Por hoje é só! Mas, aproveite e me conte aqui nos comentários qual foi o livro mais Iti Malia que você já leu haha.
Postado à:

segunda-feira, 4 de março de 2019

Resenha: Príncipes Perversos - Karine Vidal
17:33:000 Comentários

Título: Príncipes Perversos
Autora: Karine Vidal
Editora: Edição Independente
Número de páginas: 271
Minha classificação: 4,5★’s

▶Sobre a edição:

 

Não é exatamente uma novidade o fato de que eu não sou muito fã de rosa haha. Mas,
deixando esse meu gosto pessoal de lado, posso dizer que a capa realmente faz jus à história.
Pois quando a olhamos, temos a sensação de que vamos ler algo sobre pessoas ricas, mimadas, que estão acostumadas a sempre ter tudo que querem… Bom, a trama vai bem por esse caminho.
As páginas são amareladas e a fonte é de um tamanho bem okay, então a leitura em si acaba sendo bem confortável.

▶Sobre a história:

Lívia e Clara são irmãs gêmeas - exatamente iguais fisicamente - mas que por uma série de questões, foram separadas na infância. Enquanto Lívia permaneceu numa cidadezinha do interior levando uma vida humilde com a sua mãe, Clara foi adotada por uma família rica e cresceu tendo todos os seus desejos realizados.
Porém, depois de 20 anos, Clara aparece na casa de Lívia com uma proposta irrecusável: Se ela fingisse se passar pela irmã gêmea durante 3 meses, receberia uma boa quantia de
dinheiro.

▶Sobre os personagens:

Acima de qualquer coisa, este livro me fez ver que algumas pessoas realmente tem dois lados e que podem sim ser influenciadas - por outras pessoas - a mostrar o pior deles.
Apesar de ter torcido muito pelo casal e ficado feliz com a evolução de alguns personagens, sinto que infelizmente não me apeguei tanto à eles. Talvez, para mim, tenha faltado aqueles famigerados momentos em que conseguimos nos colocar no lugar deles e perceber que afinal de contas, somos muito parecidos.

▶O que eu achei:
Que leitura maluca! Desde a primeira página eu me surpreendi com a rapidez como alguns
elementos nos eram apresentados e, consequentemente, com o ritmo de leitura. Sim, esse é um daqueles livro para devorar em poucos dias, que simplesmente não nos deixa dormir até chegar à última página haha.

Sem falar que, parecia que eu já conhecia aquela história e que iria desvendar os mistérios
logo de cara. Isso aconteceu? Em parte, digamos assim.


Pois de fato consegui descobrir alguns detalhes, mas, as reviravoltas do final… Eu jamais chegaria em tal conclusão, até porque a autora não nos permitiu desconfiar de nada daquilo. Apenas nos surpreendeu com algo capaz de deixar qualquer um de queixo caído!

Tive a sensação de que, se colocarmos algumas coisas na balança, a trama acaba ficando em uma linha tênue em relação a diversos assuntos. Você tem personagens que se revoltam com injustiças e que tentam fazer algo para ajudar uns aos outros, mas ao mesmo tempo existe aquela famigerada rivalidade feminina e muitos dos mesmo personagens acabam fechando os olhos para algumas questões. Mas se formos observar o contexto de vida de cada um, essa pode ser realmente a intenção. 


No geral, acho que a história está recheada de vários elementos que poderiam ser bem mais aproveitados e desenvolvidos, pois consigo ver nitidamente algumas pontes que com certeza levariam à conclusões bem interessantes. Então, a pergunta que fica é... Será mesmo que Príncipes Perversos acaba neste primeiro volume ou a autora ainda vai nos surpreender?


❔|Pergunta: Você já leu Príncipes Perversos? Se sim, me conte aqui nos comentários se
também está sonhando com uma continuação haha.



Postado à:

sábado, 2 de março de 2019

Vamos falar sobre metas?
19:43:000 Comentários

Oi migos!

»Vocês costumam traçar metas mensais?

Eu, particularmente, não tenho esse costume. Porém, como tenho lido pouco ultimamente, decidi que este mês irei tentar criar algumas metas para sair do flop. Mas nada muito impossível, só quero criar uma rotina de leitura pra evitar passar dias sem ler nada. Pois isso realmente é algo que me incomoda e bom, quando tem algo nos incomodando eu acho super válido tentarmos fazer alguns testes mudando algumas coisinhas.

»Vocês gostam de sprints?

Aproveitando essa meta pra Março, estou pensando em fazer alguns sprints aleatórios aqui no Profundez. Então, me contem aqui nos comentários se vocês tem costume de participar de sprints também.
Postado à:

Profundez no Instagram: