Resenha: Corte de Espinhos e Rosas - Sarah J. Maas - Profundez

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Resenha: Corte de Espinhos e Rosas - Sarah J. Maas


Título: Corte de Espinhos e Rosas
Autor: Sarah J. Maas (@therealsjmaas).
Ano: 2015
Editora: Galera Record (@galerarecord).
Número de páginas: 427
Minha classificação: 5★'s


▶Sobre a edição:
O livro inteiro é simplesmente magnífico. Desde a capa até cada pequeno detalhe nas páginas. Mas eu percebi alguns errinhos que passaram após a impressão, alguns borrões. Porém, isso não afeta em praticamente nada o quão linda esta edição é. Tão linda a ponto de fazer o leitor se sentir especial por comprar um livro que, aparentemente, foi planejado com muita atenção e carinho.

▶Sobre os personagens:
Eu jamais poderia começar esse post sem deixar claro o quanto amei a Feyre. Ela foi, sem sombra de duvidas, a personagem feminina mais forte que eu já tive o prazer de “conhecer”. Então, de antemão, eu já gostaria de dizer que, se você espera encontrar uma história clichê onde a donzela é salva pelo herói, você precisará desconstruir isso com Corte de Espinhos e Rosas.


A Feyre me conquistou imediatamente. Logo nas primeiras página eu já me vi torcendo por ela e admirando o quão forte ela era em relação a praticamente todos os outros personagens. Por mais que ela tenha baixado a guarda em determinados momentos, eu senti que isso foi muito bem justificado. Pois ninguém é forte/durão o tempo todo. Ainda mais quando se está apaixonado.

Neste primeiro livro, eu não fui capaz de odiar o Tamlin, não tanto quanto vi outras pessoas odiando. Talvez eu tenha ficado um pouco brava lá pro final da história, pelo fato de ele estar apenas existindo em meio a um caos. Porém, alguns dos motivos dele me convenceram bem.

Quanto aos personagens, no geral, eu me senti de certa forma apegada à eles. Até os que me causaram repulsa. Achei todos muito bem construídos e desenvolvidos. Nenhum me pareceu ser um “tanto faz” na história.


▶Sobre a história/escrita:
A leitura é simplesmente viciante. Esse livro me pegou de um jeito que não acontecida a muitos meses. Me senti completamente envolvida na história e consequentemente na vida dos personagens. Às vezes eu até me sentia dentro dela, como um deles.


O fato de ter alguns resquícios de A Bela e a Fera foi claramente algo me causou uma nostalgia incrível. Por mais que Corte de Espinhos e Rosas seja um pouco mais “adulto”, em vários momentos, por conta da riqueza de detalhes apresentados, eu conseguia me lembrar de momentos em ouvia está história quando pequena.

Outro ponto que me deixou um pouco fascinada, é que as coisas não demoram pra acontecer. A autora não fica te enrolando ou te cozinhando em banho-maria. Mas também não chega e simplesmente joga tudo diante de ti. Os acontecimentos são dispostos em um ritmo incrível, o que ajuda e muito quanto a prender a atenção do leitor.

Este livro ganhou um lugarzinho especial no meu coração pelo simples fato de ter me feito ir das lágrimas aos sorrisos, o que é muito difícil de acontecer. Passei muita raiva com ele - por culpa de alguns personagens. Torci muito pela Feyre e pelo Tamlin. Houve momentos em que o meu coração praticamente se partia por eles. Porém, senti que ela não tinha ele como único motivo para tudo o que precisava ser feito. Às vezes até parecia que a família dela e os feéricos eram mais importantes do que ele. E apesar de terem ficado algumas pontas soltas, eu realmente ficaria contente se este fosse o único livro, caso não houvesse uma trilogia. Pois ao meu ver, tudo foi muito bem apresentado, desenvolvido e concluído neste livro. Realmente não me importaria de ficar com algumas duvidas na cabeça, até prefiro assim, quando o autor deixa uma brecha para pensarmos e talvez criamos o nosso próprio final. Porém, como eu ainda não li os outros dois livros desta trilogia, não posso falar muito à respeito.

Mas e você, já leu Corte de Espinhos e Rosas? O que você achou? Ou ele ainda tá na tua lista de desejos? Me conta aqui nos comentários, eu vou adorar saber. 

Nenhum comentário:

Profundez no Instagram: